Concurso PF – Diretor anuncia carreira para nível médio!

Ótima notícia para você concursando que deseja fazer parte da Polícia Federal, as ainda não possui nível superior!

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segóvia confirmou previsão de abertura de concurso PF para candidatos de nível médio!

Os policiais de nível médio atuariam em funções de menor complexidade, como segurança de patrimônio e de patrulhamento. O projeto é um desejo do presidente Michel Temer.

“Seria um braço fardado da Polícia Federal, de nível médio, que iria fazer vários tipos de atividades de policiamento, inclusive imigração, polícia de fronteira, polícia marítima… São várias ações que Polícia Federal foi perdendo ao longo do tempo da sua capacidade operativa e precisava dar uma solução global para os crimes, que só vêm aumentando”, explicou o diretor-geral, em entrevista ao programa Miriam Leitão Entrevista, da Globo News, no dia 19 de janeiro de 2018.

Pedido do concurso PF (nível médio)

Além do plano de criação do Policial (nível médio), o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), afirmou que o Departamento de Polícia Federal conta atualmente com mais de 5 mil vagas ociosas, sendo a maioria administrativa.

Ainda de acordo com o presidente da ADPF o departamento aguarda apenas a disponibilização de recursos orçamentários para preencher os cargos vagos de Delegado, assim como promover a contratação de 5 mil servidores administrativos. Ou seja, o novo concurso da Polícia Federal com 5 mil vagas para Agente Administrativo será divulgado muito em breve. Para concorrer a essa função, o candidato necessita apenas de nível médio.

Previsão do concurso PF (nível médio)

Atualmente tramita no Ministério do Planejamento (MPDG) um pedido de consulta orçamentária para realização de concurso da Polícia Federal com oferta de 5 mil vagas (Agente Administrativo – nível médio).

O novo edital ainda não possui data prevista, mas é importante dar início aos estudos com certa antecedência, uma vez que a concorrência certamente será acirrada!

Concurso Polícia Federal (autorizado)

A confirmação aconteceu no dia 18 de janeiro de 2018, quando o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segóvia, confirmou, em entrevista para o programa Miriam Leitão Entrevista, da Globo News, que o presidente Michel Temer garantiu o aval para a realização do novo concurso público da corporação.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Federação, o aval do MPDG não deve contemplar todas as 1.758 vagas anteriormente solicitadas, no sentido de adequar o certame às dotações orçamentárias de 2018.

Desta forma, a oferta deverá ser de 600 vagas, sendo 50 para a carreira de Delegado, 150 para Agentes, 100 para Peritos e 300 para Escrivão. Todos os cargos exigem nível superior.

Qual o salário para os cargos oferecidos?

Para os cargos de Agente e Escrivão, a remuneração atual é de R$ 12.441,26, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458,00. Além disso, as duas categorias contarão com reajuste em janeiro de 2019, subindo para R$ 12.980,50.

Para Perito e Delegado, o inicial atualmente é de R$ 23.130,48, mas contará com reajuste em janeiro de 2019, quando passará para R$ 24.150,74.

Para os dois cargos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais e a lotação dos aprovados é feita preferencialmente nos postos de fronteira e nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, permitindo a remoção de pessoal nestas localidades. Obedecidas estas condições, o preenchimento pode ser feito em todos os estados, de acordo com as necessidades.

Últimos concursos da Polícia Federal

O último certame para o cargo de Agente ocorreu em 2014, quando foram registrados 98.101 inscritos para a oferta de 600 vagas.

Para Escrivão, a última seleção ocorreu em 2012, com 83.619 inscritos para 350 vagas.

Para Perito e Delegado, os últimos certames ocorreram em 2012, com 35.800 inscritos para a oferta de 100 vagas de Perito e 46.633 participantes para 150 postos de Delegado.

A organização de todos os concursos acima citados ficou a cargo do Cespe/UnB.

Como foram as Provas?

Para Perito, o concurso da Polícia Federal contou com provas objetiva e discursivatestes de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e análise de títulos. A parte objetiva teve 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Os aprovados em todas as fases foram submetidos a um curso de formação profissional.

No caso de Delegado, o Cespe/UnB formulou provas objetiva e discursiva, exames de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, análise de títulos e prova oral, além do curso deformação. A parte objetiva contou com 120 questões e a discursiva, com três questões dissertativas e elaboração de peça profissional.

Bons estudos!

Você também pode gostar...