Dicas de estudo de Direito do Trabalho para o concurso de Auditor-Fiscal do Trabalho

Enfim foi publicado o edital do concurso de Auditor-Fiscal do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE. Um concurso muito esperado e atrativo não apenas pelo salário que ultrapassa a cifra de R$ 14 mil, mas principalmente por permitir a participação dos candidatos formados em qualquer curso superior.

Sem dúvida é uma oportunidade única e que não pode ser desperdiçada!

O conteúdo é extenso, mas é possível focar nos temas de maior relevância em cada disciplina e uma delas, acredita-se ser a mais importante até mesmo pelo que será exigido no dia a dia do Auditor-Fiscal do Trabalho, é o Direito do Trabalho.

Apoio na preparação
Nessa perspectiva o candidato não pode deixar de estudar temas recorrentes em concursos do Cespequando se trata da disciplina de Direito do Trabalho, tais como: princípios, relação de emprego e trabalho, contrato de trabalho, alteração e extinção do contrato de trabalho, homologação da rescisão (art. 477 da CLT), jornada de trabalho e ainda os temas atualmente em voga como, por exemplo, o trabalho infantil e erradicação do trabalho escravo (ver publicações no site do TST – www.tst.jus.br, além da questão do assédio moral.

O conteúdo não é difícil, a leitura é agradável e acessível, mas, fica como dica, que o candidato faça o acompanhamento simultâneo por meio de aulas.

Em razão da previsão no edital, deve-se dar atenção especial às Normas Regulamentares do Ministério do Trabalho e Emprego, especialmente as NRs nº. 6, 7, 9, 15, 16 e 17.

Organizar a rotina
É bom lembrar que o que se estuda não se perde ainda mais neste concurso onde o prazo de validade é de tão somente seis meses e que o órgão do MTE tem uma carência de mais de mil profissionais (AFT), o que significa dizer que daqui a no máximo dois anos será realizado um novo certame e, volto a repetir, o conteúdo aqui estudado poderá facilmente aproveitado.

Não existe segredo para a aprovação neste concurso, basta ter perseverança, dedicação, disciplina, muito estudo e como forma de incentivo é só bem se lembrar da bagatela de R$ 14 mil caindo mensalmente em sua conta bancária.

Aqueles que irão encarar esse concurso, desejo todo sucesso e aqueles que se aventurarão para adquirir experiência não parem de estudar, pois o próximo concurso de auditor fiscal do trabalho “já está próximo”, logo estude a longo prazo com afinco que a aprovação é o único caminho que encontrará

Você também pode gostar...