O que faz um Agente da Polícia Rodoviária Federal

o-que-faz-agente-prf

Descrição do Cargo 

O Agente de Polícia Rodoviária Federal após passar por todas as etapas exigidas no concurso público da PRF, sendo aprovado e convocado também no Curso de Formação Profissional terá que praticar as seguintes funções dentro do órgão:

  • deverá realizar atividades de fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo;
  • deverá operar nas fronteiras do País, para inibir a transação de objetos ilegais;
  • atendimento à vítimas de acidentes;
  • em caso de necessidade deverá realizar atividades administrativas no ambiente de trabalho, que devem ser passadas ao policial por seu superior;
  • demais atribuições relacionadas ao Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

Rotina de Trabalho

O Agente da Polícia Rodoviária Federal exerce diversas funções que são atribuídas ao seu cargo. Dentre elas:

  • atuar no policiamento das rodovias brasileiras e nas fronteiras do país com o intuito de fiscalizar e quando necessário apreender mercadorias ilícitas;
  • operar no patrulhamento constante com a intenção de certificar de que as normas brasileiras de trânsito naquela região estão sendo respeitadas;
  • prestar atendimento à vítimas de acidentes que ocorrem nas rodovias que são fiscalizadas pela PRF;
  • em certos horários, realizar atividades administrativas no posto da PRF;
  • oferecer ajuda aos que trafegam através de informações quando solicitadas.

Média Salarial

Um Agente da Polícia Rodoviária Federal recebe, em média, R$ 10.357,88, já incluindo benefícios, para trabalhar 40 horas semanais. Porém muitas das vezes faz-se necessário que os Policiais Rodoviários pratiquem horas extras que ultrapassam as horas normais de trabalho, com isso ocorre aumento no salário ao final do mês. O Policial recebe, ainda, adicional salarial determinado pelo governo em 2012 e inclui insalubridade pelas condições prejudiciais que a carreira oferece e acréscimos para as horas noturnas trabalhadas que podem chegar a 50% do salário.

 

Plano de Carreira

O Agente da Polícia Rodoviária Federal, que inicia os trabalhos na PRF terá pela frente toda uma estrutura de classes a se concretizar durante os anos de atuação e dedicação ao órgão.

O primeiro estágio pelo qual o servidor passará, durante o período de 3 anos,é a Terceira Classe que conta com os padrões I, II e III, onde ele fiscalizará e realizará patrulhamento ostensivo e atendimento às vítimas.
O segundo estágio conta com a Segunda Classe, que dura exatamente 3 anos. O policial irá exercer atividades de natureza policial envolvendo fiscalização, patrulhamento e policiamento, e demais atribuições relacionadas à segunda classe.

A terceira etapa onde o Policial chega a Primeira Classe do órgão é exigido servir durante 3 anos e tem como atividades diárias, fiscalização e patrulhamento ostensivo das rodovias, além de atendimento a vítimas de acidentes e demais atribuições.

Após passar por todas as classes de primeiro estágio o Policial passará pela sua última classe onde estabilizará. A Classe Especial da PRF é constituída de atividades de natureza policial e administrativa, envolvendo direção, planejamento, coordenação, supervisão, controle e avaliação administrativa e operacional entre outras atribuições dessa classe.

Em todas as etapas de classe há acréscimos nos salários dos Policiais de até 20%.

Carga Horária

Os Agentes Policiais Rodoviários Federais trabalham em média 8 horas por dia para classes que exercem suas funções de segunda a sexta-feira, com intervalos para almoço que duram em média 1 hora e café que duram em média 15 minutos, o que resulta em um total de 40 horas trabalhadas semanalmente. Aos Agentes que trabalham também durante o final de semana, a carga horária é de 40 horas semanais dividas entro os dias da semana, sábado e domingo. Em média cada policial pode realizar apenas 2 horas de horas extras por dia determinadas por Lei.

Nível de Escolaridade

Para se tornar um Agente Policial Rodoviário Federal é necessário que o candidato tenha curso de nível superior em qualquer área de atuação com certificado cedido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Além desse requisito mínimo o candidato que possuir títulos a mais que possam contribuir para a carreira rodoviária, terá maiores chances de concorrer ao concurso no quesito avaliação de títulos, até mesmo o conhecimento em outras línguas para o servidor que for atuar nas fronteiras do país.

Benefícios do Cargo

Além dos salários oferecidos aos servidores da Polícia Rodoviária Federal, o policial rodoviário federal poderá contar com alguns benefícios como:

  • auxílio-transporte;
  • auxílio-alimentação;
  • gratificação por desgaste físico e mental;
  • gratificação por atividade de risco;
  • gratificação por operações especiais;
  • auxílio-natalidade e pré-escolar;
  • assistência à saúde;
  • licença prêmio por assiduidade;
  • adicional por tempo de serviço;
  • afastamento para casamento.

Nível de Concorrência para o Cargo

Sendo um dos concursos mais procurados e concorridos da atualidade, o último concurso da Polícia Rodoviária Federal foi realizado no ano de 2014, e foram mais de 259.136 inscritos para 216 vagas disponíveis para os diversos cargos e áreas de atuação oferecidos.
O certamente exige muito preparo e conhecimento em diversas disciplinas que são essenciais para uma boa colocação e aprovação do concursando. Em especial a disciplina de conhecimento específico, sendo a com maior quesito de pontuação, ou seja, é a disciplina que decidi sua aprovação no concurso público da Polícia Rodoviária Federal.

Qual a idade máxima para entrar para a polícia rodoviária federal?

A idade mínima para se candidatar ao cargo de Agente da Polícia Rodoviária Federal é de 18 anos concluídos até a data de convocação. A idade máxima permitida é de 65 anos para ambos os candidatos do sexo masculino ou feminino.

Perfil do Cargo 

Além de possuir todos os requisitos mínimos para se candidatar ao cargo o concursando deve possuir algumas peculiaridades que podem facilitar sua atuação no órgão, sendo elas:

  • estar à disposição do Departamento da Polícia Rodoviária Federal;
  • manter-se atualizado realizando cursos possam contribuir para a melhoria do cargo e da área de atuação;
  • ser extremamente rigoroso durante o período de trabalho para que não ocorra nenhuma tentativa de fraudar as Leis de Trânsito;
  • estar sempre disposto aos casos de acidentes, que podem exigir muito preparo psicológico do policial.

Requisitos para o Cargo

O cargo de Agente da Policia Rodoviária Federal exige alguns requisitos para a investidura na carreira, sendo elas:

  • possuir diploma de conclusão de nível superior devidamente registrado, fornecido por uma instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse do cargo;
  • ter nacionalidade brasileira ou portuguesa, no caso de nacionalidade portuguesa estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com o reconhecimento do gozo dos direitos políticos contidos nos termos de § 1° Artigo 12 da Constituição Federal;
  • estar a par das obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • estar quites com as obrigações Eleitorais;
  • possuir carteira Nacional de Habilitação ou permissão para conduzir veículos automotores no mínimo, categoria ‘’B’’.
  • ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

Você também pode gostar...