TRT SP – O que faz um Técnico Judiciário?

O Concurso TRT SP – Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região que compreende o Estado de São Paulo, está com as inscrições abertas para o provimento de 320 vagas.

Destas, 181 são para o cargo de Técnico Judiciário que paga iniciais de R$ 6,7 mil e exige apenas nível médio. Mas você sabe o que faz um Técnico Judiciário? Se não sabe, confira no artigo abaixo.

Sobre o Concurso TRT SP

O Concurso já está com as inscrições abertas, as mesmas seguem até o dia 27 de maio de 2018. Para se inscrever, é necessário acessar o site da banca organizadora, Fundação Carlos Chagas e pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 80,00 para cargos de nível médio e R$ 90,00 para de nível superior.

Os salários para Técnicos Judiciário são de R$ 6.780,53 enquanto que o cargo de Analista (de nível superior) paga salários de R$ 11.006,83, uma excelente oportunidade para quem deseja ingressar na carreira pública.

O cargo com maior número de vagas é o de Técnico Judiciário, área administrativa, com oferta de 144 vagas imediatas, mas afinal, você sabe o que fará caso seja aprovado para esta função?

Para mais informações, acesse a página do Concurso >> clique aqui <<

O que faz um Técnico do TRT SP?

De forma resumida, as atribuições de um Técnico Judiciário seriam:

  • Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais
  • Executar tarefas de apoio à atividade judiciária
  • Arquivar documentos
  • Efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo
  • Classificar e autuar processos
  • Realizar estudos
  • Pesquisas e rotinas administrativas
  • Redigir
  • Digitar
  • Conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Entre as atribuição do cargo Técnico Judiciário está manter toda a rotina administrativa do tribunal, auxiliando no arquivamento e consulta de documentos provenientes de processos jurídicos, tais como auxiliar na movimentação de um processo ao passar de um estágio para o outro, dando o devido andamento ao circular entre as esferas jurídicas. Poderá atuar, inclusive, diretamente no gabinete do Desembargador.

Deverá auxilar também no arquivamento de processos, garantindo a condição adequada do arquivo, mantendo a sua integridade para futuras consultas. Sempre que necessário, o mesmo será intimado a fazer pesquisas de processos, digitar e redigir os mesmos, além de realizar estudos pertinentes a função e condizentes com os casos em trâmites pelo TRT-SP.

O Técnico Judiciário poderá auxiliar também em atividades de atendimento o público, seja ele interno ou externo, dando o suporte necessário para o andamento do tribunal.

Há ainda vagas para cargos Técnicos com especialidades diferentes, como em telefonia, onde o mesmo será incumbido de atendimentos telefônicos interno e externos, anotar e transmitir mensagens e informações, além de transferir chamadas telefônicas para os ramais destinados e diversas atividades de mesma espécie pertinentes ao cargo. Técnicos voltados a segurança, onde o mesmo atuará para garantir a segurança do Tribunal, sendo ele dos bens e imóveis ou autoridades jurídicas.

Distribuição das vagas

As vagas para Técnicos Judiciário do Concurso do TRT SP 2018 seguirá da seguinte forma?

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – 144 vagas
  • Técnico Judiciário – Especialidade em Telefonia – 01 vaga
  • Técnico Judiciário – Especialidade em Segurança – 35 vagas
  • Técnico Judiciário – Especialidade em Enfermagem – CR
  • Técnico Judiciário – Especialidade em Tecnologia da Informação – 01 vaga

 

Achou este artigo útil? deixe nos comentários.

 

Para mais informações, acesse a página do Concurso >> clique aqui <<

 

Você também pode gostar...